Menu

Sinpro/Caxias realiza reunião de negociação com representantes das Instituições Comunitárias

Antecipação das negociações foi definida no primeiro semestre

Na terça-feira, 11 de setembro, o Sinpro/Caxias participou de uma reunião de negociação com representantes das Instituições Comunitárias de Educação Superior – ICES, com vistas ao Acordo Coletivo Plúrimo para 2019 (o Acordo Coletivo é chamado de “plúrimo” quando envolve uma pluralidade de sujeitos e situações – neste caso seria assinado por todas as mantenedoras das 14 ICES).

O encontro aconteceu em Porto Alegre e foi o segundo deste ano. A primeira reunião foi realizada no dia 5 de setembro. A rodada de negociações tem continuação prevista para 25 de setembro.


Organização da Instituições Comunitárias

Hoje, as ICES se organizam no Comung (Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas), criado oficialmente em 1996. O Comung reúne 13 universidades e um Centro Universitário e tenta viabilizar o Sindiman (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Instituições Comunitárias de Educação Superior no Estado do Rio Grande do Sul).

Buscando garantir os direitos históricos dos professores, elencados nas Convenções Coletivas de Trabalho, desde 2015 os sindicatos de professores e técnicos administrativos do ensino privado gaúcho passaram a realizar negociações com o segmento das ICES, dissidente do Sinepe/RS (sindicato patronal que antes englobava todas as instituições).

Os sindicatos dos trabalhadores em educação também mantêm acordos específicos com as ICES, como é o caso dos acordos entre Sinpro/Caxias e UCS, para definir direitos e Plano de Carreira Docente.


A antecipação das negociações coletivas 2019 foi definida nas reuniões do primeiro semestre. A postura do Sinpro/Caxias nos encontros será de defender a pauta de reivindicações dos professores, orientada pela reposição da inflação, qualificação das relações de trabalho docente e manutenção do patrimônio histórico de direitos.