Menu

Professores da UCS aprovam acordo específico com as mantenedoras das comunitárias

A aprovação do acordo foi unânime ente os votantes

Reunidos em assembleia digital no fim da tarde de 22 de outubro, os professores da Universidade de Caxias do Sul (UCS) autorizaram o Sinpro/Caxias a assinar o Acordo Coletivo Plúrimo* com o COMUNG/SINDIMAN (patronal), que regula as relações de trabalho nas instituições comunitárias de ensino.

O professor José Carlos Monteiro coordenou o encontro, iniciando com um relato do processo de negociações: a suspensão das mesmas devido à pandemia, a prorrogação do acordo anterior até o fim de setembro/2020 e a retomada das tratativas que culminou na proposta a ser votada.  

Detalhes sobre as cláusulas do acordo foram apresentados pelo advogado que assessorou o Sinpro/Caxias nas negociações, Henrique Stefanello Teixeira e após os participantes receberam o link para a cédula digital.

A aprovação do acordo foi unânime ente os votantes.

Em destaque, entre os itens do Acordo aprovado, o abono salarial de 1,96%, a ser pago nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2020 e janeiro e fevereiro de 2021. Considerando o período de exceção em consequência da pandemia, a negociação para reposição da inflação acumulada até a data-base (março/2020) ficou adiada para o próximo processo negocial, a ser instaurado a partir de março/2021.

Em relação à contribuição assistencial, destinada a custear a participação dos sindicatos nas negociações salariais e prevista no artigo 513 da CLT, foi aprovado o valor estabelecido para este ano, de 2%, a ser descontado no salário referente a outubro. Normalmente o valor descontado nos anos anteriores era de 3,5%.

*O Acordo Coletivo é chamado de “plúrimo” quando envolve uma pluralidade de sujeitos e situações – neste caso seria assinado por todas as mantenedoras das 14 ICES no estado.