Menu

ESCOLHA O MELHOR FUTURO para os professores

ESCOLHA O MELHOR FUTURO para os professores

Para contribuir com o voto consciente nas Eleições 2018, o Sinpro/Caxias realiza a campanha “Escolha o melhor futuro”. Foram selecionados temas de interesse de quem atua com educação e, a partir dos programas de governo, são relacionados os posicionamentos dos presidenciáveis. Na página do TSE é possível verificar as propostas completas de cada candidato.

Observações:

- A imagem desta campanha foi criada a partir das fotografias que os candidatos disponibilizaram para a urna eletrônica, divulgadas no site do TSE.

- Aparecem na imagem os cinco candidatos melhor posicionados nas últimas duas pesquisas Ibope e Datafolha.

- Para apresentar o posicionamento de cada candidato, foi utilizado o critério de ordem alfabética.

- Fontes: BBC Brasil, Portal da Contee, Carta Educação, Todos pela Educação, site Finanças Femininas, site do TSE, sites dos candidatos.

 

PROPOSTAS PARA

PROFESSORES

 

Álvaro Dias (PODEMOS)

Propõe capacitação dos professores.

 

Cabo Daciolo (Patriotas)

Propõe melhorias na carreira, salário e condições de trabalho dos docentes.

 

Ciro Gomes (PDT)

Propõe seleção de professores; participação em políticas públicas e melhoria do estágio probatório, bem como programa de residência pedagógica e participação dos professores na escolha do material didático.

 

Fernando Haddad (PT) 

Propõe a retomada do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e ações focadas em professores alfabetizadores. Implementar a Prova Nacional para Ingresso na Carreira Docente para selecionar os professores mais preparados também está entre as metas.

 

Geraldo Alckmin (PSDB)

Propõe a qualificação dos professores e quer transformar a carreira docente em uma profissão “prestigiada”.

 

Guilherme Boulos (PSoL)

Destaca propostas de formação para os professores com temas ligados ao direitos humanos e à diversidade, bem como a liberdade docente em sala de aula; compromete-se com o “tripé salário, carreira e formação” e quer reajustar o salário desses profissionais em 50%.

Henrique Meirelles (MDB)

Propõe treinamento e condições de trabalho aos professores, afastando qualquer possibilidade de ideologização do ensino. 

Jair Bolsonaro (PSL)

Propõe avançar com a qualificação dos professores e critica o que chama de “doutrinação” nas escolas.

 

João Amoêdo (Novo)

Destaca a melhoria da formação docente e propõe uma base nacional para nortear o preparo desses profissionais, com ênfase na prática e não na teoria.

 

João Goulart Filho (PPL)

Aborda apenas a necessidade do preparo pedagógico de professores da Educação Infantil e promete elevar o piso salarial docente para R$ 6 mil em quatro anos (apenas dos profissionais com graduação). 

 

Marina Silva (Rede)

Propõe valorização, formação e carreira dos professores.

 

Não têm proposta para este tema:

Eymael (DC)

Vera (PSTU)

 

Acesse AQUI uma análise mais profunda das propostas para educação dos candidatos a presidente do Brasil.