Menu

Campanha salarial 2019 - Reajuste e condições de trabalho em pauta

Sinpro/Caxias precisa defender as reivindicações e evitar retrocessos

Mais uma rodada de negociações entre o Sinpro/Caxias e os representantes das direções de instituições de ensino foi realizada nesta semana. Na terça à tarde (09/04) ocorreram novos encontros das câmaras de educação básica e superior, em Porto Alegre. O Sinepe/RS continuou apresentando as suas expectativas para o acordo.

Na educação básica, voltou à mesa a reivindicação dos professores, em pauta há alguns anos, sobre a aproximação de valores hora-aula dos professores de anos iniciais e finais do Ensino Fundamental.

Na educação superior, houve discussões sobre licença maternidade, reajuste salarial, valor da hora de trabalho, desconto em cursos das instituições para os professores de graduação, definição do período de férias, definição de período parcial e integral e ainda hora in itinere.

“Ao mesmo tempo em que o Sinpro/Caxias precisa defender as reivindicações dos docentes, é necessário resistir a qualquer retrocesso, pois a expectativa do patronal prevê a flexibilização de direitos da categoria, como nas negociações de anos anteriores”, destaca Monteiro, que representou o Sinpro/Caxias.

As negociações continuam na próxima semana, na terça, 16 de abril.